TE CUIDA,IRMÃO

Imagem inline 1

quinta-feira, 5 de junho de 2014

OS SETE PECADOS CAPITAIS NO TRABALHO




O BLOG DE JUNHO/2014


OS SETE PECADOS CAPITAIS NO TRABALHO*



           ATENÇÃO,VOCÊ  JÁ COMETEU ALGUNS DELES?

A soberba
O pecado — Embora tenha obtido ajuda ao longo do caminho, a pessoa atribui a si mesmo todo o mérito pelas realizações no trabalho, acreditando que o sucesso pessoal vai fazer sua carreira decolar. O que muitas vezes passa despercebido é que as pessoas ao redor e, principalmente, as que ocupam posições mais baixas, ficam revoltadas com o egocentrismo do colega e podem, no futuro, começar a impedir ativamente seus esforços.
A salvação — Uma boa dose de apreço e reconhecimento pelos seus pares e subordinados para compartilhar alguma fama pode ser muito útil para promover o sucesso pessoal a longo prazo.
INVEJA
O pecado — Desmerecer o mérito de alguém e tomar posições e decisões mesquinhas pode ser destrutivo e afetar negativamente a capacidade do profissional de se concentrar nas tarefas de trabalho atuais e se destacar, indica McKee. Além disso, sentir inveja dos outros no ambiente de trabalho pode sabotar a sua autoestima, que é essencial aos profissionais bem-sucedidos.
A salvação — Em vez de ser invejoso, deixe que as realizações dos outros se torne um incentivo em sua vida para tentar obter o seu próprio sucesso, aconselha McKee.
IRA
O pecado — É comum encontrarmos profissionais que transferem ou projetam suas frustrações e limitações através de uma agressividade exagerada. A raiva não beneficia ninguém no local de trabalho — só prejudica a reputação, a credibilidade e o profissionalismo. Aqueles que são propensos a ataques de raiva raramente conseg em uma promoção, pois são considerados maus líderes, que não inspiram e não motivam os outros.
A salvação — É bom sentir paixão pelo trabalho ou por um projeto em questão e discordar das outras pessoas. Mas, ao invés de perder o controle, tente canalizar as emoções em ações que farão com que você seja bem visto pelos colegas.
AVAREZA
O pecado — O desejo egoísta de “obter mais no curto prazo” é o que motiva muitos funcionários. Embora em alguns casos essas pessoas apresentem um bom desempenho no momento, não estarão prontas para o próximo nível, diz McKee. Levar este conceito ao extremo pode ser — e certamente será — contraproducente, já que os valores principais se confundem e a vida acaba se desequilibrando durante o processo.
A salvação — O caminho para o sucesso requer uma metodologia a longo prazo em todos os aspectos relacionados a suas funções. Aquelas pessoas dedicadas a obter êxito rapidamente e a curto prazo costumam se sair bem num primeiro momento, mas estarão mal preparadas para avançar ao próximo nível.
PREGUIÇA
O pecado — A preguiça não nos leva a lugar algum na vida, especialmente no ambiente corporativo. Na verdade, não há inovação ou mudança se teimarmos em só fazer o que é seguro e garantido. Ficar esperando que as conquistas e êxitos do passado sustentem a sua carreira no longo prazo é imprudente.
A salvação — Acredite que seu trabalho e seu futuro dependem de cada dia trabalhado e de cada projeto realizado. Isso é perfeitamente possível!
GULA
O pecado — A fome desmedida, dependendo de pelo que for, pode parecer “do bem” — se for por trabalho, inovação, felicidade, equidade ou conhecimento —, mas o excesso transforma em algo prejudicial. Muitas pessoas querem subir no escalão corporativo muito rapidamente e nem sempre isso é bom, especialmente se a pessoa não está preparada para o desafio em questão.
A salvação — Alcançar o sucesso na carreira também inclui manter uma vida equilibrada, e o desejo fora do lugar de um profissional pode produzir efeitos adversos em casa e entre os colegas, devido à sua aparente obsessão.
LUXÚRIA
O pecado — Quem utiliza a luxúria no ambiente de trabalho normalmente consegue cooperação pelo poder de sedução que tem. As relações interpessoais daí decorrentes são frágeis e interesseiras.
Salvação — Construir relações sinceras é o melhor a fazer, criando-se assim uma cumplicidade verdadeira entre colegas de trabalho.
*Extraído do Jornal “O Globo”



                                                       FRASE DO MÊS

                                                        MAHATMA GANDHI




                                                            HUMOR CAPITAL


                                                           SEU CHEFE...











sábado, 31 de maio de 2014

Lado Avesso: SALÃO INTERNACIONAL DO LIVRO/2014,TURIM,ITÁLIA

Lado Avesso: SALÃO INTERNACIONAL DO LIVRO/2014,TURIM,ITÁLIA:                                                                       O BLOG DE MAIO/14                                      ...

sábado, 1 de março de 2014

Contos e Causos: ELES CONTAM MINHA HISTÓRIA

Contos e Causos: ELES CONTAM MINHA HISTÓRIA:                                NOSSO BLOG DE FEVEREIRO/14                                                           BEM  VINDO...

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

OS 7 PECADOS CAPITAIS NA VISÃO DOS FAMOSOS

                                       



                OS 7 PECADOS CAPITAIS

                                  A IRA




                                                          A VAIDADE



                                  

                                      A LUXÚRIA

                                      
                            A INVEJA



                                A PREGUIÇA




A GULA



A AVAREZA







segunda-feira, 23 de setembro de 2013

A FLIMAR E EU,UMA RELAÇÃO DE MUITO AMOR

                                    

A FLIMAR E  EU ,UMA RELAÇÃO DE MUITO AMOR
Quando cheguei á Flimar,em 2010 era apenas uma escritora em começo de carreira.Fui ,por minha conta e risco sem lenço,nem documento,nem convite.Cheguei,vi e gostei.Conheci o Carlito Lima e outras pessoas importantes que participavam da  festa:jornalistas,escritores,artistas e,principalmente,o povo alagoano,por quem fui recebida de braços abertos.A paisagem me encantou e jurei voltar mais vezes.A cidade de Marechal Deodoro tem tudo a ver comigo,com o que respeito e aprecio:tradição,casario antigo muito bem conservado,povo simples e amistoso ,uma orla lagunar,incrível.Que o prefeito Cristiano Mateus melhorou por demais.Quando voltei,mais uma vez,ano passado,fiquei deslumbrada.Muitas obras,uma cidade limpa e organizada,segura e tranquila.
A 2ª Flimar fui como convidada;estava,enfim,entre os grandes da Literatura,meus ídolos:Antonio Torres,Marina Colasanti,Ignácio de Loyola Brandão.Sou tiete de todos e bebia suas palavras.Aprendi por demais,pois é para isto que vamos á essas festas;para ver ,aprender e curtir.O  Mauricio Mello Jr. (TV Senado) e sua esposa Yara foi outro amigo conquistado; uma figura,o Maurício! Nunca o vi triste.Nem desanimado.
As palestras,no SESI e IFAL foram um caso á parte;adolescentes e adultos voltados para a aprendizagem, ouvindo-me com atenção e entusiasmo,escolas limpas e bem tratadas,professores gentis.
O primeiro mundo numa pequena cidade do interior de Alagoas;o Graciliano gostaria disto.Valeria um livro,Mestre Graça!
Pairando sobre tudo,o Capita,alma desta festa. Um Carlito Lima seria necessário em toda cidade  brasileira.Deveria fazer escola.Criar o carlitismo,onde se aprenderia a criar,organizar e manter festas literárias onde antes pareceria impossível.
Na 3ª Flimar,já estava em casa;feitos inúmeros amigos,louca para revê-los,adquirindo novos,como a Lizien,belíssima e inteligente,a Nana, da Biblioteca Nacional ,Carla Nobre e Chico de Assis e seus versos maravilhosos, duas figuras adoráveis e,sobretudo ,Ledo Ivo,inesquecível.Ofereci-lhe o “Bahia de Outrora”;recebeu com um sorriso e me deu um beijo na testa.Nos bastidores,perguntou ao Carlito,mostrando o exemplar : -Presta?
Deve ter gostado do livro e da  resposta,pois,um belo dia recebo muitos exemplares de livros da sua autoria,acompanhado de um convite para visitá-lo na ABL.Um pouco antes da sua partida para Órion –sim,tenho certeza que está em Órion,onde mais ficaria o poeta?!Os livros,com doces dedicatórias,eu os guardo com carinho na parte mais visitada da minha biblioteca.Um destaque especial para o Sarau na Casa do Marechal.Muitos bons poetas reunidos,um clima de alegria e pura poesia.
Ano passado,declamei um poema em homenagem ao meu marido,grande companheiro,que estava hospitalizado em Salvador. A pedido de Chico de Assis,repeti o feito no barquinho da Braskem,em plena lagoa Saiu até nas gazetas,vejam vocêsBem,chegamos á 4ª Flimar.Desta vez,em duas mesas e três palestras.As palestras são muito importantes para mim,rever esses meninos e meninas tão belos e interessados,falar para eles,mas,também ,escutá-los,participar dos seus sonhos e esperanças.Revivo e revigoro-me sobre os ares de Marechal.Para mim,a verdadeira fonte da juventude.
Longa vida á Flimar e a seus organizadores!




                                                   A MESA DA FESTA -3ª FLIMAR



                                                           MARINA COLASANTI E EU


                                                 A CIDADE DE MARECHAL DEODORO




CARLITO LIMA E O PREFEITO CRISTIANO MATEUS,REALIZADORES